Fale Conosco Agora!

Entenda a alta dos preços de materiais de construção civil

A pandemia de Covid-19 “virou o mundo de cabeça para baixo”. Um dos principais efeitos sentidos logo de início em todo o mundo foi a instabilidade dos mercados financeiros internacionais. 

Em maio de 2020, quando as primeiras medidas de isolamento começaram a ser impostas, o dólar chegou a ser cotado por mais de R$ 6,00, um recorde na série histórica.

Em 2020, o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) encerrou o ano registrando uma alta de preços dos materiais de construção acumulada em 17,28%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). 

E em 2021 não tem sido diferente. O dólar abriu o ano em alta e atingiu quase o mesmo patamar já no início de janeiro.

O que esperar do mercado?

Caso os aumentos sejam mantidos, devemos esperar a volta de memória inflacionária e reindexação dos contratos, busca por reequilíbrio com judicializações e insegurança jurídica.

Ainda devemos esperar: aumento do custo para empresas e risco de entrega dos projetos em andamento ou inserção de taxas extras; aumento do custo dos imóveis populares; aumento dos custos das obras públicas; desemprego na construção civil; atraso de entrega de obras em virtude do desabastecimento; entre outros impactos negativos.

O cenário ainda é incerto.

O que teremos por enquanto é insegurança jurídica para a contratação de obras, e insegurança das empresas construtoras e incorporadoras para novos lançamentos. 

Além disso, a disputa e discussão acerca dos aumentos deve ser mantida por um longo período. E a possibilidade dos preços retomarem o patamar pré-pandemia é baixa, principalmente por se tratar de uma cadeia bastante fragmentada que possui dificuldade de comunicação entre os diversos subsetores de fabricantes.

Por outro lado, o ministro da economia, Paulo Guedes, sinalizou com a possibilidade do governo desonerar a importação de insumos para a construção civil. 

Agora, resta aguardar o desfecho das discussões e propostas setoriais para que os preços e o abastecimento possam ser adequados novamente.

 

Gostou de saber um pouco mais sobre a presença dos jardins suspensos na arquitetura residencial contemporânea? Então que tal compartilhar esse conhecimento com mais pessoas?

Na Barros Vaz, temos imóveis que buscam trazer mais facilidade ao dia a dia dos moradores, compreendendo e valorizando a função de cada cômodo com os elementos certos, proporcionando aconchego, harmonia e bem-estar.

Entre em contato conosco e agende uma visita em um dos empreendimentos administrados pela Barros Vaz. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
MAIS LIDOS

CADASTRE-SE

Receba mais notícias no seu e-mail

    INFORMAÇÕES

    (62) 9 8161 3087

    Avenida T-09, 2.310, sala 1106 -A, ed. Inove
    Jardim América, Goiânia - GO, 74255-220
    CNPJ: 12.076.010/0001-90

    REDES SOCIAIS