Fale Conosco Agora!

“Projetos Co”: o que são e como são divididos

Já ouviu falar sobre os “Projetos Co”?

Emergente da necessidade de produzir projetos de edificações mais eficientes, funcionais e sustentáveis, os “Projetos Co” são oriundos da economia circular, tendo sido um modelo também aplicado no setor de arquitetura e construção.

Então, vamos conhecer um pouco mais sobre eles e sobre como são divididos?

Coworkings

Os Coworkings são os mais comuns, já sendo comercializados por grandes empresas e bancos como WeWork, Google (Google for Startups em São Paulo) e Itaú (Cubo), como uma grande influência do boom de modelos de negócio do tipo startups. 

O coworking por definição significa o compartilhamento do espaço, recursos e outros serviços (internet, telecomunicações, cafés, etc.) relacionados ao trabalho. 

Muitas tipologias de edificações já possuem seus espaços dedicados ao coworking, como shoppings, hotéis, uso misto (residencial e comercial) ou até mesmo edificações inteiras com ambientes de coworking.

Co-housing

O co-housing e o co-living são semelhantes entre si pois são destinados à moradia, no entanto, estruturalmente diferentes. O co-housing teve sua origem na Dinamarca, em meados de 1960. 

No co-housing as pessoas moram em uma mesma área ou terreno, em que cada morador tem sua própria moradia, compartilhando alguns espaços comuns (como jardim, cozinha, área de lazer etc.). 

O segundo é caracterizado pela divisão da mesma edificação ou casa, com seus ambientes individuais (quarto, banheiro etc.) preservados, mas com um maior grau de compartilhamento das áreas comuns (cozinha, sala de estar, escritório entre outros).

Uma diferença importante entre eles, é que, no co-housing, os moradores são mais responsáveis pelo planejamento e no desenvolvimento dos espaços e atividades, enquanto no co-living, normalmente, a moradia e os serviços são desenvolvidos e oferecidos como serviços por uma empresa (CELERE, 2018).

Co-living

O co-living, em especial, tem despertado o interesse principalmente do grupo de pessoas mais jovens e solteiras (na casa dos 30 anos), que já possuem sua independência financeira, que buscam ter uma vida mais flexível e prezam por uma moradia moderna e funcional, de boa localização (próxima ao trabalho e atividades cotidianas), com facilidade e variedade nas opções de serviço oferecidos.

Um projeto famoso é o “The Collective Old Oak” um dos maiores co-livings do mundo, localizado em Londres (CELERE, 2018).

Co-lares

Os co-lares são especialmente destinados a pessoas mais idosas ou que querem ter uma vida menos solitária, formada por um conjunto de moradias autônomas e próximas, com espaços de uso comum (cozinhas, áreas de lazer, etc.). 

É comum ocorrer entre diferentes moradores de uma mesma vizinhança, sendo necessária uma gestão adequada. 

Os co-lares poderiam ser uma alternativa e evolução dos asilos e espaços de repouso? Esse tipo de organização parece ser bastante interessante e funcional, ainda mais se formos considerar que grande parte da população está envelhecendo e não possuirá família ou filhos. 

Na Barros Vaz, temos imóveis que buscam trazer mais facilidade ao dia a dia dos moradores, compreendendo e valorizando a função de cada cômodo com os elementos certos, proporcionando aconchego, harmonia e bem-estar.

Clique aqui, entre em contato conosco e agende uma visita em um dos empreendimentos administrados por nós.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
MAIS LIDOS

CADASTRE-SE

Receba mais notícias no seu e-mail

    INFORMAÇÕES

    (62) 9 8161 3087

    Avenida T-09, 2.310, sala 1106 -A, ed. Inove
    Jardim América, Goiânia - GO, 74255-220
    CNPJ: 12.076.010/0001-90

    REDES SOCIAIS